Publicidade

Trabalhar em alguma das profissões que ganham bem e trabalham pouco é uma vontade da maioria dos trabalhadores, principalmente, quando se é jovem e ainda está decidindo qual carreira profissional pretende seguir.

Contudo, trabalhar pouco não significa que a pessoa precisa ter menos dedicação com a sua profissão.

Publicidade

Mesmo que seja bem curta a carga horária, a jornada profissional requer um esforço para que a sua função seja executada corretamente e traga benefícios para você e o empregador.

É importante saber que não é de um dia para o outro que você vai vincular-se a uma profissão que tenha poucas horas de trabalho e lhe proporcione muito dinheiro no final do mês.

Confira agora algumas profissões que ganham bem e trabalham pouco.


Profissões que ganham bem e trabalham pouco

Confira algumas profissões que ganham bem e trabalham pouco.

Existem algumas profissões em que as horas de trabalho chegam até 35h por semana, quando as mais tradicionais ficam em torno de 40h a 44h.:

  • Procurador autárquico: o profissional procurador autárquico, representa as autarquias e fundações dos estados. Seu salário mensal pode chegar em média dos R$ 10 mil, para uma jornada de trabalho de 35h por semana
  • Animador de televisão: os animadores de televisão são profissionais que elaboram ilustrações em formato de vídeo para serem veiculados em séries, filmes ou programas. O seu salário chega a aproximadamente R$ 17 mil por mês em uma jornada de 35 horas semanais
  • Pesquisador em Física: profissionais que trabalham em institutos, centros de pesquisa e universidades que trabalham com o estudo da Física, ganham um salário mensal de aproximadamente R$ 8 mil com uma carga horária semanal de 33 horas
  • Matemático: assim como o pesquisador em física, um profissional matemático também pode receber um bom salário, que é por volta de R$ 7 mil com uma carga horária semanal de 35 horas
  • Professor de ensino superior: basicamente, professores de ensino superior costumam ter um salário consideravelmente alto e uma carga horária bem curta, que varia entre 20 e 35 horas por semana. A média salarial desta profissão fica por volta de R$ 7 mil por mês.

Mesmo em profissões que tenham uma carga horária reduzida de trabalho, a dedicação para conseguir adentrar na carreira e desempenhar a profissão com um retorno financeiro satisfatório e o sucesso, se inicia com uma boa formação acadêmica.

Esse esforço começa bem cedo, sendo mais claro, no momento de selecionar uma boa faculdade para dar início a carreira profissional.

Definir onde se vai estudar, é importantíssimo para quem quer começar a vida profissional e ter reconhecimento ao longo dessa escolha.

Fazer a escolha do curso certo é fundamental para ter uma base teórica e prática que um profissional renomado e com um salário alto precisa ter para permanecer no trabalho.

Sendo assim, escolher estudar em uma faculdade reconhecida pelo Ministério da Educação (MEC), selecionar o curso certo, ficar de olhos abertos para as melhores empresas e do mercado de trabalho é o passo fundamental para o sucesso.

profissões que ganham bem e trabalham pouco

As áreas de trabalho com maiores salários

Áreas valorizadas hoje em dia, como Engenharia e Medicina, costumam garantir no início da carreira o salário próximo aos R$ 7 mil e em cargos maiores podem se aproximar de R$ 50 mil por mês.

Porém, além dessas duas existem mais algumas, veja quais são:

  • Direito: Direito Empresarial, Direito Tributário, Direito Civil e Direito Internacional estão entre as áreas com uma remuneração acima da média. Além do mais, possui ótimas oportunidades vindas de concursos públicos, por exemplo, a remuneração de um Diretor Jurídico pode chegar até R$ 40 mil em apenas um mês
  • Tecnologia da Informação (TI): os profissionais de TI, além de receberem ótimos salários, também é uma profissão bem requerida pelas empresas. Um Analista de Sistemas, bem no começo da carreira pode receber um salário por volta de R$ 4 mil e ao se tornar Diretor Técnico e de Operações a remuneração chega aproximadamente em R$ 50 mil
  • Administração/Finanças: a área de administração tem um campo bem amplo de trabalho, podendo atuar em vários setores econômicos de uma empresa. Um Supervisor Administrativo pode receber bem próximo aos R$ 5 mil e um Diretor Financeiro chega a receber R$ 30 mil
  • Recursos Humanos (RH): o profissional de RH está entre as profissionais mais procuradas pelo mercado, por promover um papel estratégico dentro das empresas. O salário dessa área vem se atualizando a cada ano. Um coordenador de Cargos e Salários possui uma remuneração mensal por volta de R $ 6 mil e lá no topo, um Diretor de Recursos Humanos chega a receber o salário de aproximadamente R$ 40 mil.

Então, agora basta decidir entre as profissões que ganham bem e trabalham pouco, para seguir a carreira desejada.

Gostou do artigo? Descubra outros assuntos também interessantes aqui no nosso blog!

Publicidade

Clique para avaliar!

Compartilhe com seus amigos e familiares: