Jovem Aprendiz 2015: Tudo sobre o programa
4.6 (92%) 5 votes




Jovem Aprendiz ou também chamado de Menor Aprendiz é um plano de aprendizagem criado pelo Ministério do Trabalho e Emprego e adotado por várias empresas Brasileiras. O programa Jovem Aprendiz foi criado com intuito de oferecer mais oportunidade aos jovens tal como diminuir a taxa de desemprego de jovens e adolescentes na faixa de 14 a 24 anos de idade.

Programa Jovem Aprendiz oferece mais vagas!

Um ponto interessante e crucial do programa Jovem Aprendiz é o de oferecer uma formação qualificada aos jovens visando o campo de trabalho. Sabe-se que a formação recebida na escola é o que define o futuro de um aluno, tanto pelo bem quanto pelo mal.

Justamente por este motivo os programas de ensino na aprendizagem são bem desenvolvidos e organizados sob cuidados de universidades e instituições de ensino qualificadas. A qualidade deste programa de aprendizagem define o futuro da nossa nova geração de jovens e consequentemente o futuro de nosso país.

Qual é o perfil de um Jovem Aprendiz?

Seguindo a as informações da Lei da Aprendizagem, um jovem que deseja ser jovem aprendiz deve ter a idade entre 14 e 24 anos, sendo que é obrigatório que o mesmo esteja matriculado no ensino fundamental ou ensino médio.

A idade de 24 anos não é utilizada para caso de menores aprendizes com deficiência.

Jovem Aprendiz: Qual é a jornada de trabalho?

O Jovem Aprendiz deve ter uma jornada de trabalho de aproximadamente seis (6) horas diárias. Caso o jovem aprendiz já tenha completado o ensino médio esta jornada pode se estender à oito (8) horas diárias contando já as horas destinadas à aprendizagem teórica.

A quantia de horas diárias e/ou semanais assim como a remuneração salarial é feita a partir de um contrato de aprendizagem. Mais detalhes sobre este contrato podem ser observados abaixo.

Como é feita a contratação de um Jovem Aprendiz?

O contrato de um Jovem Aprendiz não é um contrato de trabalho convencional, ele possui um tempo pré-determinado de no máximo 2 anos e o Menor Aprendiz receberá um salário mínimo definido de acordo com as horas trabalhadas.

A previdência social, direitos trabalhistas e anotação na Carteira de Trabalho são obrigatórias e de direito do aprendiz.

Outro detalhe importante é que o Menor Aprendiz tem total direito de receber o 13º salário e demais benefícios concedidos aos demais funcionários da empresa em que trabalhar.
jovem-aprendiz-vagas-abertas

Demais benefícios por se tornar um Jovem Aprendiz

Aquele que deseja ser um jovem aprendiz receberá muitos benefícios, como você já deve ter visto. Mas destacamos abaixo alguns benefícios que fazem com que o jovem seja motivado a estagiar e manter-se na aprendizagem:

» Salário mínimo/hora

O salário de um jovem aprendiz é baseado na sua jornada de trabalho. Ainda assim o salário que um jovem aprendiz recebe sempre será maior que o salário mínimo padrão. As horas que montam a jornada de trabalho são feitas com aulas teóricas, atividades práticas e também descansos/recessos semanais.

» Direitos garantidos por lei

O Jovem Aprendiz/Menor Aprendiz tem, por lei, o salário, benefício do FGTS e demais direitos todos garantidos por lei. Estas informações podem ser verificadas nesta matéria sobre a Lei da Aprendizagem.

» Vale Transporte

As empresas podem e devem oferecer vale-transporte a todos os menores aprendizes. Este vale transporte é válido no percurso casa a empresa e da empresa para a casa, nada mais que isso. A não ser que haja alguma movimentação especial por conta da empresa.

» Encaixe no Pronatec Jovem Aprendiz

O programa Pronatec Jovem Aprendiz é destinado a micro empresa. Foi anunciado posteriormente ao Jovem Aprendiz e possui algumas regras diferentes em relação a lei da Aprendizagem.

» Boa relação com empresas

Todo Jovem Aprendiz contratado por uma empresa é um aprendiz de ofício. Os mesmos são cadastrados nas empresas quando são matriculados em alguma instituição de ensino que ofereça o programa Jovem Aprendiz.

Pin It on Pinterest

Shares