Encontrar o primeiro emprego é sempre um desafio. Você tem toda a disposição da juventude, um universo a explorar e muitas ideias na cabeça. Mas não tem algo que as empresas valorizam muito: a experiência profissional.

Publicidade

Além disso, tudo é novidade: você não sabe como é trabalhar em uma empresa, nem como se portar em uma entrevista de emprego, sequer sabe onde buscar oportunidades.

E é nesse cenário de insegurança que você precisa mostrar, frente aos concorrentes, que é a pessoa certa para aquela vaga. Desafiador, não é?

Publicidade

Mas, se você está passando por esse momento, tenha calma. Todo mundo que está no mercado de trabalho já passou por isso e superou essa barreira. Agora, nós estamos aqui para ajudar você a conseguir o primeiro emprego e começar a sua carreira com o pé direito! Vamos lá?

Quais são os tipos de vagas para primeiro emprego?

Não sabe nem por onde começar a busca pelo primeiro emprego? Então, a gente vai guiar você pelos tipos de vagas que você pode procurar. Assim, você já entende quais são as suas possibilidades de atuação, ok? Confira:

Estágio

O estágio é literalmente um “estágio” entre a vida acadêmica e profissional. Geralmente, é a primeira experiência dos jovens em uma empresa. O candidato deve estar matriculado no nível médio, técnico ou superior e cumprir uma carga horária de até 6 horas diárias.


Jovem Aprendiz

Jovem Aprendiz é um programa previsto em lei, obrigatório para empresas de médio e grande porte. Elas precisam cumprir uma cota de aprendizes, que devem ter entre 14 e 24 anos, ter contrato com carteira assinada, realizar curso de capacitação e cumprir 8 horas diárias (para ensino fundamental, são 6h/dia).

Primeiro Emprego - Vagas abertas Jovem Aprendiz

Programa Trainee

O Trainee tem o objetivo de capacitar estudantes e recém-formados para cargos de liderança. Geralmente envolve treinamentos e rotação pelas áreas do negócio. Os profissionais são contratados como trabalhadores convencionais, com todos os direitos trabalhistas, e podem trabalhar até 44 horas semanais.

Contrato Convencional

Se a empresa desejar, também pode contratar candidatos ao primeiro emprego com carteira assinada, como qualquer outro trabalhador. Eles devem ter no mínimo 16 anos, receber pelo menos um salário mínimo e cumprir carga horária de até 44 horas semanais.

O que os recrutadores buscam em candidatos ao primeiro emprego?

Experiência na área é super relevante para quem busca uma oportunidade. Mas não faz sentido exigir isso de quem está entrando no mercado, não é?

Segundo uma pesquisas realizadas, a falta de experiência é apontada pelos jovens como principal barreira para entrar no mercado de trabalho. Porém, geralmente não é isso que os recrutadores buscam em um candidato ao primeiro emprego.

Muitas vezes, a falta de experiência pode ser vista até como um ponto positivo, já que esse profissional está “cru” e pode se adaptar mais facilmente ao modo de trabalho da empresa. Portanto, não se preocupe tanto com isso.

Os recrutadores dão atenção a outros fatores, que evidenciem o seu potencial para se desenvolver e sua vontade de aprender dentro da empresa. Características como essas podem ser percebidas já no currículo ou na entrevista, quando o recrutador capta melhor o seu comportamento.

Além disso, uma das principais questões que eles avaliam é o alinhamento do candidato à cultura da empresa. Mas você sabe o que isso significa?

Cultura organizacional diz respeito aos valores e princípios que norteiam a empresa. Se criatividade e liberdade são importantes, por exemplo, ela vai buscar candidatos que sejam criativos e saibam lidar com a autonomia no dia a dia.

Para muitas vagas, também é essencial reconhecer as habilidades técnicas do candidato. Alguns recrutadores realizam provas para avaliar o nível de conhecimento, enquanto outros simplesmente analisam os cursos já realizados ou fazem perguntas na entrevista.

Então, esteja em dia com o seu aprendizado ao buscar uma vaga!

Como fazer um currículo exemplar para primeiro emprego?

Já sabemos que experiência não é o forte de quem procura o primeiro emprego, certo? Então, o currículo deve valorizar os seus outros pontos fortes ― que certamente você tem. Portanto, confira outros itens que você pode incluir:

  • Objetivo profissional (qual é o cargo pretendido ou a sua área de interesse);
  • Formação acadêmica (cursos de nível técnico e superior);
  • Conhecimento em idiomas (nível de leitura, escrita e conversação);
  • Formação complementar (cursos livres, seminários, eventos etc.);
  • Principais habilidades (ex.: edição de imagens, fotografia, atendimento ao cliente etc.);
  • Outras experiências relevantes (vivências acadêmicas, intercâmbios, trabalhos voluntários, entre outras).

Percebe como nenhum desses itens requer experiência no mercado de trabalho? Então, destaque o que você tem de melhor!

Saiba também que a linguagem e o layout do currículo também dizem muito sobre você. Por isso, organize bem as informações, revise o texto para evitar erros de português e use um modelo simples, que facilite a leitura.

Também não precisa ficar de blá-blá-blá, tá? O recrutador não quer perder tempo, então seja objetivo.

Se preferir, confira mais dicas de como fazer seu currículo de primeiro emprego aqui!

O que fazer para garantir sua vaga de primeiro emprego? Veja 4 dicas essenciais

Quer garantir a sua primeira oportunidade no mercado? Então fique de olho nessas dicas:

1. Seja sincero

O recrutador sabe que você está em início de carreira. Então, não adianta supervalorizar as informações, muito menos inventar experiências profissionais, ok?

Mostre o que você tem de melhor, mas deixe claro que você sabe que ainda tem muito a aprender com a empresa e que vai dedicar o seu melhor para isso. Força de vontade conta muito!

2. Enriqueça seu currículo com atividades extracurriculares

Compense a falta de experiência profissional com outras atividades. Participe de grupos de estudo, organização de eventos, palestras e seminários, projetos de iniciação científica, intercâmbios e trabalhos voluntários.

Tudo isso evidencia o seu comprometimento e capacidade de iniciativa, além de manter seu conhecimento na área em dia.

Dica: Baixe agora seu currículo grátis.

3. Invista em autoconhecimento

Autoconhecimento é essencial para enfrentar os desafios do primeiro emprego. Com ele, você identifica seus pontos fortes e fracos, seus valores e princípios, seu estilo de trabalho.

Isso ajuda a buscar as oportunidades que têm mais a ver com você, melhora sua capacidade de comunicação e dá mais confiança para as entrevistas.

Em entrevista ao portal iG, a coach e especialista em psicologia positiva, Renata Abreu, explica que o autoconhecimento também é essencial para não ceder às pressões externas. O que importa mesmo é o que você acredita e busca para a sua vida profissional.

4. Prepare-se para o processo seletivo

Alguns vagas envolvem várias etapas de seleção. Análise do currículo, entrevista, dinâmica de grupo, prova de conhecimentos e entrevista com gestor são algumas delas. Então, prepare-se para ser bastante testado!

Para enfrentar essas etapas, autoconhecimento é o primeiro passo. Mas também é importante revisar as suas habilidades técnicas e conhecer bem a empresa e a vaga em que você está mirando.

Então, já se sentiu mais confiante para buscar o seu primeiro emprego? Tudo o que queremos é que você comece a sua carreira com as melhores oportunidades! Agora, cabe a você se capacitar para valorizar o seu currículo e arrasar nas entrevistas.

Se você ficou com alguma dúvida de como garantir uma vaga de primeiro emprego, deixe um comentário logo abaixo para podermos ajudar!

 

O que achou deste conteúdo/vaga de emprego?

Clique para avaliar!

Publicidade